Sábado, 22 de Junho de 2024
27°

Tempo limpo

Teresina, PI

Geral CNI

Saiba o que muda na nova Carteira de Identidade Nacional

A documento contém novos elementos de segurança, inclusive com QR Code seguro e uma zona de leitura automatizada, com possibilidade de checagem fácil e segura.

21/11/2023 às 08h33 Atualizada em 21/11/2023 às 11h49
Por: Carlos Santos Fonte: Redação Verdes Campos
Compartilhe:
Saiba o que muda na nova Carteira de Identidade Nacional

A nova Carteira de Identidade Nacional possui validade em todo o Brasil e pela primeira vez estabelece um padrão de emissão e modelo para todos os 27 órgãos de identificação, coibindo as fraudes de identificação no Brasil. A documento contém novos elementos de segurança, inclusive com QR Code seguro e uma zona de leitura automatizada, com possibilidade de checagem fácil e segura pelas Forças de Segurança Pública e por todos os balcões públicos e privados. A Carteira de Identidade também tem formato digital, no aplicativo GOV.BR.

 

Além disso, o número do CPF passa a ser o número do registro nacional, isso significa que independente de qual Estado da Federação seja emitida, o cidadão continuará com o mesmo número. A Carteira de Identidade será o documento de identificação mais seguro do Brasil e um dos mais seguros do mundo.

 

Em entrevista a Rede de Rádios Verdes Campos Sat, Lívia Queiroz, Gerente de Ação Social do Instituto de Identificação do Piauí, esclareceu como a nova carteira de identidade pode ser emitida e quais são as principais características do documento. “ A nova carteira de identidade nacional é um documento único e está vindo com um formato diferencial. Diferente da carteira de identidade antiga, na carteira de identidade nacional foi extinta o número de RG e hoje temos o CPF, como número de identificação do cidadão, proporcionando a unificação dos documentos. Então, é um documento, na qual você pode inserir o seu número de cartão do SUS, a sua carteira de motorista, o seu título de eleitor e a sua identificação sanguínea. Além de proporcionar essa unificação dos documentos, essa nova carteira garante mais segurança para o cidadão”, destacou Lívia Queiroz.

 

Foto: reprodução

 

“São 27 órgãos de identificação espalhados no Brasil, no Piauí nós temos parcerias com as prefeituras do estado, que falta esse atendimento a população, temos 11 postos em Teresina e além de 2 postos de atendimentos específicos para as pessoas com deficiência”, informou a gestora.

 

Foto; Reprodução

 

 

Novas alterações na nova CNI

1. O número do registro Geral (RG) deixa de existir e será substituído pela numeração do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);

2. Não haverá mais distinção entre nome social e nome do registro civil;

3. O campo referente ao sexo deixará de existir.

4. Inclusão de QR Code, que permite a verificação de outras informações documentais e casos de furto ou roubo;

5. Inclusão do código Machine Readable Zone (MRZ) – o mesmo do passaporte, que é uma norma internacional, tornando a CIN um documento de viagem para países em comum acordo.

6. A CIN é digital, mas terá a opção física, com cada estado estabelecendo o valor específico para a emissão.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias