Segunda, 22 de Julho de 2024
25°

Parcialmente nublado

Teresina, PI

Geral Feminicídio

Maranhão tem aumento de 16% nos casos de feminicídio em 2024

o Maranhão registrou 34 casos nesse espaço de tempo e 28 em 2021.

21/06/2024 às 17h17
Por: Carlos Santos Fonte: Difusora News
Compartilhe:
Maranhão tem aumento de 16% nos casos de feminicídio em 2024

O Maranhão teve uma alta de 16% nos feminicídios em 2024 na comparação com 2023, quando foram registrados 24 casos. É o que mostra o painel de indicadores estatísticos do Ministério da Justiça e Segurança Pública, com base nos dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA).

No ano passado, foram registrados 24 feminicídios de janeiro a junho, contra 28 no mesmo período deste ano. Ou seja, com o mês de junho ainda em andamento, o estado já teve quatro mulheres mortas a mais. Em 2022, o Maranhão registrou 34 casos nesse espaço de tempo e 28 em 2021.

Atualmente, existem diversos dispositivos para auxiliar na proteção das mulheres e denúncias contra agressores. No entanto, para o pesquisador em aparatos de policiamento e segurança pública, Paulo Henrique, é preciso haver o fortalecimento de políticas públicas que incentivem cada vez mais o protagonismo feminino, assim como a igualdade de gênero.

“Em recente pesquisa intitulada Mapa Nacional da Violência de Gênero, notou-se que 72% das mulheres maranhenses conhecem pouco sobre a Lei Maria da Penha e 43% acreditam que ela protege as mulheres apenas parcialmente. É fundamental o combate, por parte do poder público e da sociedade, o combate ao machismo e às práticas institucionais de discriminação das mulheres,” informou o especialista.

O último feminicídio aconteceu no dia 15 de junho. A vítima foi morta com arma branca pelo ex-companheiro, que está foragido.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias