Terça, 25 de Junho de 2024
33°

Tempo limpo

Teresina, PI

Educação Educação

Projeto de escola em Pedra Branca está na final da Genius Olympiad, em Syracuse-NY

O projeto cearense “Mapeamento regional de espécies catingueiras e invasoras na cidade de Pedra Branca: um estudo quantitativo acerca dos impactos ...

09/06/2024 às 09h51
Por: Redação Portal Verdes Campos Sat Fonte: Secom Ceará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

O projeto cearense “Mapeamento regional de espécies catingueiras e invasoras na cidade de Pedra Branca: um estudo quantitativo acerca dos impactos da arborização no microclima, vegetação e solo da caatinga local”, desenvolvido por alunos da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Antonio Rodrigues de Oliveira, foi selecionado como finalista da Genius Olympiad, competição internacional sobre questões ambientais para jovens do Ensino Médio. A mostra será realizada entre os dias 10 e 14 deste mês, na cidade de Syracuse, no estado norte-americano de Nova Iorque.

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), apoiou financeiramente a equipe da escola para a participação no evento, com o custeio das taxas de inscrição, taxas consulares para emissão de vistos, passagens, seguros, alimentação e hospedagem.

O trabalho foi realizado pelos estudantes Bruna Vitória Bernardo do Nascimento, Gyuliana Facundo de Oliveira e Gustavo Pacífico Gomes Fernandes, que tiveram a orientação dos professores Francisco Renato Moreira da Silva (orientador) e Rafael Saraiva da Silva (coorientador). O grupo será representado na viagem pelas estudantes Bruna e Gyuliana, além do professor Renato.

Objeto de pesquisa

O projeto levantou que a caatinga, bioma essencial para o Nordeste brasileiro, encontra-se com 80% da vegetação nativa alterada devido às ações antrópicas, como as queimadas, que têm aumentado nos últimos anos, causando desequilíbrio da biodiversidade, aumento das temperaturas, baixa umidade do ar e liberação de gases tóxicos à saúde humana.

Paralelamente, por meio de um mapeamento da arborização na cidade de Pedra Branca, elaborado com o auxílio de GPS e aplicativos direcionados, foram identificadas plantas invasoras, sendo o nim indiano a espécie mais presente. Este vegetal, conforme a pesquisa, tem a característica de danificar calçadas e tubulações, além de causar infertilidade em pássaros, ser tóxica para polinizadores e causar o empobrecimento do solo, como constatado por análise realizada.

Diante disto, uma alternativa para contrapor esta tendência seria a promoção de uma campanha de arborização planejada nas zonas urbanas, considerando o poder que as árvores têm de reduzir a sensação térmica, aumentar a umidade do ar, alimentar e abrigar pássaros, além de promover a manutenção estética das cidades.

Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

Assim, o projeto desenvolveu uma campanha de distribuição de mudas de espécies nativas para serem utilizadas na cidade, como o cajueiro e a goiabeira, principalmente nos bairros mais quentes. Também foi desenvolvido o aplicativo denominado AMB, cujo principal objetivo é informar a população sobre como desenvolver mudas nativas, além de ensinar as espécies corretas para o uso na arborização de qualidade. O software está em processo de publicação nas plataformas digitais.

Ainda com o objetivo de mitigar o problema, a equipe desenvolveu oficinas de conscientização nas escolas da rede pública localizadas na sede de Pedra Branca, em que os alunos ensinaram a produzir mudas a partir de plantas locais.

O projeto foi credenciado para participar da Genius a partir do sucesso obtido na Expo Nacional Milset, que aconteceu em Fortaleza, em 2023. A iniciativa está no segundo ano de execução e já participou também de outras feiras, inclusive representando o Ceará em outro estado. Conquistou premiação na Fenecit, maior feira de ciências e engenharia do Nordeste, realizada em Recife. Além disso, ficou entre as melhores colocadas do Ceará Científico, promovido pela Seduc, em duas oportunidades consecutivas, quando foram apresentadas, respectivamente, as fases I e II da pesquisa.

Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias