Terça, 25 de Junho de 2024
34°

Tempo limpo

Teresina, PI

Saúde Saúde

Teste do pezinho: HGCC diminui desconforto dos bebês na coleta da amostra

Com uma única punção, aproveita-se a coleta de material para os exames, inclusive o Teste do Pezinho A atenção com o manuseio dos bebês está em tod...

07/06/2024 às 14h24
Por: Redação Portal Verdes Campos Sat Fonte: Secom Ceará
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

Com uma única punção, aproveita-se a coleta de material para os exames, inclusive o Teste do Pezinho

A atenção com o manuseio dos bebês está em todas as etapas do cuidado no Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Na coleta de sangue, para exames, não seria diferente, seja nos bebês internados na Unidade Neonatal ou nas enfermarias de alojamento conjunto. Isso acontece, por exemplo, em relação ao Teste do Pezinho. Os setores responsáveis, como Laboratório e Enfermagem, criaram uma diretriz para uma coleta única de material, evitando o incômodo aos pequenos, em mais uma ação de humanização.

“Quando é necessário realizar o Teste do Pezinho e mais um exame de sangue, os auxiliares do laboratório e enfermeiros aproveitam a coleta do material e já separam o sangue que será examinado daquele que será utilizado para o teste do pezinho”, explica o coordenador de laboratório do HGCC, Daniel Soares.

O coordenador destaca ainda que a prática proporciona mais comodidade para o recém-nascido. “É uma comodidade para o bebê. Existem bebês que não podemos tocar muito por causa do risco de contaminação. Ao tocar, podemos perturbar o bebê. Quanto menos mexer, é melhor”, enfatiza Soares.

Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

A ação foi uma maneira de proporcionar mais conforto e menos estresse aos recém-nascidos

Tudo foi pensado para promover mais conforto e menos incômodo aos bebês, principalmente aos prematuros, que passam por mais intervenções. O Ministério da Saúde preconiza o manuseio mínimo dos recém-nascidos nas primeiras 72 horas de vida. Isso é muito importante para a diminuição do estresse e de desconfortos.

É o que confirma Maria Géssica Sousa Bezerra, 29. A dona de casa acompanha a filha que está na UTI Neonatal desde o dia 21 de maio. Ela se diz sentir confortável com essa ação do hospital. “É bom porque não precisa furar [puncionar] o bebê outra vez. Esse cuidado faz a diferença. E é mais confortante para ele e para nós”, diz.

Quando os bebês não têm outros exames de sangue, o teste é realizado pela coleta direto do calcanhar. “Se o bebê não tem uma coleta de sangue e não precisa fazer hemograma, Bilirrubina, PCR (Proteína C Reativa) e demais, a Enfermagem realiza a coleta para o teste do pezinho no calcanhar do bebê, como é preconizado pelo Ministério da Saúde”, acrescenta Daniel Soares.

Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

Quando não há outros exames, a coleta é feita diretamente no calcanhar do bebê

Ambulatório

Bebês que não nasceram no HGCC podem realizar o exame no Centro de Ambulatórios, no setor Coleta de Exames, na Avenida Imperador. 372, Centro de Fortaleza.

Todas as amostras coletadas são encaminhadas para o Laboratório de Saúde Pública do Ceará (Lacen). Ao todo, o exame detecta seis doenças (Fenilcetonúria, Hipotireoidismo congênito, Fibrose Cística, Hemoglobinopatias, Deficiência de Biotinidase e Hiperplasia Adrenal Congênita).

Foto: Reprodução/Secom Ceará
Foto: Reprodução/Secom Ceará

O teste

O teste do pezinho é um exame fundamental para a saúde dos recém-nascidos. Permite detectar precocemente diversas doenças metabólicas, genéticas e infecciosas que podem comprometer o desenvolvimento saudável da criança.

Geralmente realizado entre o terceiro e o sétimo dia de vida do bebê, o teste do pezinho consiste na coleta de algumas gotas de sangue do calcanhar do bebê. Antes da coleta, é feito um cadastro. Depois, a mãe ou responsável recebe comprovante de coleta com o código do paciente e senha para recebimento do resultado via Internet. Para os bebês internados, o procedimento acontece nas enfermarias e Unidade Neonatal.

Lacen analisa testes

No Ceará, são 371 postos de coleta estrategicamente distribuídos para realizar o procedimento nos 184 municípios. Os testes são fornecidos gratuitamente pelo Ministério da Saúde e encaminhados para análise no Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), também da rede Sesa.

Em 2024, na rede pública estadual, 36.209 mil crianças foram submetidas ao teste do pezinho no Ceará. Cada amostra coletada possibilita a realização de até seis exames distintos. Nessa perspectiva, 223.318 mil diagnósticos foram fornecidos pelo Lacen até maio.

Serviço:

Teste do Pezinho para bebês externos no HGCC
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h
Local: Centro de Ambulatórios do HGCC (Avenida Imperador, 372, Centro – Fortaleza – CE)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias