Segunda, 04 de Março de 2024
27°

Parcialmente nublado

Teresina, PI

Geral Caso Daniel Alves

Julgamento de Daniel Alves: saiba quanto tempo o ex-jogador pode ficar preso na Espanha

O Tribunal Provincial de Barcelona realizou três audiências sobre o caso do atleta.

09/02/2024 às 10h30
Por: Carlos Santos Fonte: Redação Verdes Campos Sat
Compartilhe:
Julgamento de Daniel Alves: saiba quanto tempo o ex-jogador pode ficar preso na Espanha

Nessa quarta-feira (07.02.24) chegou ao fim o julgamento do jogador de futebol Daniel Alves. O Tribunal Provincial de Barcelona, entre os dias 5 e 7 de fevereiro de 2024, realizou três audiências sobre o caso do atleta. O brasileiro de 40 anos é acusado de agressão sexual contra uma mulher, dentro de uma boate da cidade espanhola, em dezembro de 2022.

 

A decisão sobre a sentença do jogador deve ocorrer dentro de um mês. O Ministério Público da Espanha pede a prisão de nove anos do ex-jogador. No entanto, a advogada da vítima, Ester García, pediu que o ex-lateral receba pena de 12 anos. A defesa de Daniel, por sua vez, pediu a liberdade condicional e absolvição.

 

Em caso de absolvição, Daniel Alves será liberado imediatamente e poderá deixar a Espanha. Não terá mais pendências com o sistema judicial, recuperará seu passaporte e retomará uma vida normal sem restrições. O jogador já depositou 150 mil euros, podendo isso reduzir pela metade a pena, dependendo da decisão da juíza. Esse montante é considerado atenuante de reparação do dano causado.

 

Relembre o caso

 

No dia 30 de dezembro de 2022, a vítima teria sido convidada para entrar na área VIP da boate "Sutton", na Espanha. No espaço reservado, a mulher conheceu Daniel Alves e os dois dançaram juntos. Depois disso, ambos teriam entrado em um banheiro, onde a agressão sexual teria ocorrido.

 

A Justiça espanhola ordenou a prisão preventiva de Daniel Alves depois de ouvir depoimentos contraditórios do brasileiro. O ex-jogador está preso no Centro Penitenciário Brians II, em Barcelona, desde janeiro do ano passado. Neste período, o ex-atleta teve quatro pedidos de liberdade provisória negados.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias