Quarta, 24 de Julho de 2024
29°

Tempo limpo

Teresina, PI

Saúde Piauí

Sesapi alerta para final do prazo de interesse para retomada de obras na saúde

O Piauí conta com 237 obras que se enquadram nos requisitos do pacto. A manifestação de interesse dos gestores deve ser feita através do InvestSUS.

13/06/2024 às 18h10
Por: Redação Portal Verdes Campos Sat Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) reforça o prazo, até o dia 23 de junho, para que municípios participem do Pacto pela Retomada de Obras e Serviços de Engenharia da Saúde. O objetivo do governo federal é dar melhores condições para a conclusão de obras paralisadas ou inacabadas nos entes federativos. De acordo com o levantamento do Ministério da Saúde, o Piauí conta com 237 obras que se enquadram nos requisitos do pacto. A manifestação de interesse dos gestores deve ser feita por meio do InvestSUS.  

O pacto visa dar continuidade a obras paradas no sistema público de saúde, no qual as obras elegíveis para o processo são aquelas que visam à construção, reforma ou ampliações que sejam financiadas com recursos federais no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Na atenção primária, as obras englobam academias de saúde e Unidades Básicas de Saúde (UBS). No Piauí são 51referentes a academias de saúde e 176 UBS.  

“A Sesapi tem reforçado junto aos gestores a importância de adesão ao pacto, considerando que se trata de uma oportunidade única para conclusão de obras que, por variados motivos, foram interrompidas. Esperamos que com o pacto tenhamos resultados concretos e positivos no Piauí, melhorando cada vez mais os serviços e a assistência prestada para a população”, reforça a superintendente de Atenção Primária à Saúde e Municípios da Sesapi, Leila Santos.  

Após o prazo para a demonstração de interesse será feita uma apresentação de documentos que passarão por análise técnica do Ministério da Saúde. Também será realizada uma atualização do sistema de monitoramento de obras do Ministério da Saúde.

“Até o momento, 15 dessas obras não tiveram um retorno da parte de seus gestores sobre o interesse pela retomada dos trabalhos. Então, pedimos que os gestores se atentem ao prazo para que não percam a oportunidade de dar continuidade as obras que podem melhorar a assistência à saúde de sua população, no âmbito do SUS”, destaca a gerente de Atenção Primária da Sesapi, Bhássia Barroso.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias