Terça, 25 de Junho de 2024
34°

Tempo limpo

Teresina, PI

Brasil Acidente Estético

Homem de 27 anos morre após procedimento de “peeling de fenol” em SP

Intervenção promete rejuvenescimento de dez anos em pacientes; caso foi registrado em clínica de esteticista famosa.

04/06/2024 às 10h30
Por: Amanda Bonfim Fonte: SBT News
Compartilhe:
Foto/Reprodução: Divulgação SBT News
Foto/Reprodução: Divulgação SBT News

Um homem de 27 anos morreu após um procedimento estético conhecido como “peeling de fenol”, no bairro do Campo Belo, em São Paulo. O caso foi registrado na segunda-feira (03) e a polícia investiga a situação, registrada inicialmente como morte suspeita.

A intervenção estética é considerada invasiva e agressiva, com promessa de rejuvenescimento da pele e deixando a pessoa com uma aparência de dez anos mais jovem. O fenol é cardiotoxico e pode causar arritmia e até parada cardíaca, com alergias, risco hepático e cardíaco.

Henrique da Silva Chagas não resistiu ao procedimento realizado pela esteticista e influencer Nathália Becker, que dá nome à clínica e tem 200 mil seguidores nas redes sociais. Os vídeos com a intervenção rejuvenescedora do tipo feitos por profissionais de estéticas viralizaram recentemente. Ela desativou as páginas após o caso e ainda não foi à delegacia.

"Sucesso", disse esteticista após procedimento
Segundo o boletim de ocorrência, Henrique e o companheiro chegaram na clínica durante a manhã. No local, fez limpeza de pele e, depois, a aplicação de um anestésico para amenizar a dor. Na sequência, foi feita uma raspagem na pele e, por último, a aplicação do fenol.

O produto ácido deixa a pele com aparência escamada e avermelhada, com a promessa de retirar manchas e acne. O procedimento durou cerca de uma hora.

Ainda de acordo com o boletim, Nathália chamou o companheiro de Henrique, dizendo que o paciente “resistiu bem à dor” que a intervenção foi um “sucesso”. Logo depois, porém, o rapaz começou a passar mal. Apertando a mão do namorado, começou a respirar de forma ofegante. Funcionárias foram acionadas, chamando o resgate.

O atendente do SAMU passou recomendações, para medir a pressão. Nesse tempo, a situação de Henrique piorou. A esteticista, ao ver a situação, também teria passado mal, foi socorrida e levada a um pronto socorro. Ela acionou o marido, identificado como “Jorge”, também sócio da clínica, para dar conta da situação.

Sócio diz que intervenção é feita na "primeira pele", de forma "superficial"
Ao chegar no local, o sócio deu conta da situação agravada. Ele chegou a fazer respiração boca-a-boca na vítima, além de fazer massagem cardíaca. Quando o resgate chegou, a morte de Henrique foi constatada.

Em depoimento, Jorge afirmou que esse procedimento é aplicado somente de forma superficial, na “primeira pele”, e que não necessita de exame prévio para identificar se o paciente tinha algum tipo de alergia. Ainda de acordo com Jorge, a companheira irá prestar depoimento.

O companheiro de Henrique afirmou que, após pesquisas nas redes sociais e outros depoimentos, optaram pela esteticista para fazer o procedimento. Exames necroscópicos foram solicitados para identificar a motivação da morte.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias