Se aproxima o dia de votação nas urnas pelas Eleições de 2022

As eleições gerais de 2022 definirão os próximos nomes para presidente do País e governador das 13 unidades federativas.
8 de Janeiro de 2022 às 15:02

Foto: Reprodução/ Internet Se aproxima o dia de votação nas urnas pelas Eleições de 2022
Se aproxima o dia de votação nas urnas pelas Eleições de 2022

A eleição presidencial de 2022 tende a gerar grande polarização. As próximas eleições gerais do Brasil acontecem neste ano e, ao mesmo tempo em que se aproxima o dia de votação nas urnas, crescem as expectativas quanto às disputas, principalmente para presidente. 

Em sessão administrativa, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, por unanimidade, o Calendário Eleitoral das Eleições 2022.
As eleições gerais de 2022 definirão os próximos nomes para presidente do País e governador das 13 unidades federativas.

Os interessados em disputar o cargo de presidente do Brasil têm até 5 de julho de 2022 para se oficializarem, conforme a Constituição.

Data e horário das eleições: 

No dia 2 de outubro do próximo ano, os brasileiros vão às urnas para escolher presidente da República, governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno para presidente e governador poderá ocorrer no dia 30 de outubro.

As datas correspondem ao primeiro e último domingo do mês, conforme prevê a Constituição Federal. E o horário de votação será unificado em todo o Brasil, de acordo com o fuso oficial de Brasília: das 8h às 17h. Os eleitos serão diplomados até o dia 19 de dezembro de 2022.

Quem pode votar?

Assim como em pleitos eleitorais anteriores, cidadãos com mais de 16 anos podem votar, mas a obrigatoriedade é apenas para aqueles entre 18 e 70 anos. Quem não participar da votação e não apresentar uma justificativa aceitável deverá pagar uma multa.

Novidades da nova urna eletrônica 
Conforme a licitação feita pelo TSE, serão fabricadas 225 mil urnas do novo modelo. No total, 577 mil serão utilizadas nas eleições. A entrega está prevista para maio do ano que vem.

A vida útil do equipamento é de dez anos. Entre as novas funcionalidades, está a maior duração das baterias, processadores mais rápidos e o terminal do mesário com comandos sensíveis ao toque (tela touch).

Segundo o TSE, essa tecnologia permitirá mais rapidez na identificação do eleitor na seção eleitoral. Enquanto um eleitor vota, o terminal poderá identificar os próximos que vão votar, diminuindo o tempo de espera nas filas.

Deixe seu comentário