Saúde bucal não pode ser negligenciada nas férias, explica dentista

Quebra da rotina em viagens altera hábitos, pode causar doenças graves e piorar preexistentes
Por Redação Verdes Campos Sat 14 de Janeiro de 2022 às 16:43

Foto: Reprodução Saúde bucal não pode ser negligenciada nas férias, explica dentista
Saúde bucal não pode ser negligenciada nas férias, explica dentista

Com a rotina alterada por conta dos recessos de fim de ano, muitas pessoas têm negligenciado a saúde bucal. Crianças de férias, viagens que promovem alimentação em horários diferentes e a intenção de apenas curtir a folga é capaz de desencadear diversos problemas na boca, desde o mau hálito até infecções bacterianas que podem levar ao câncer bucal. Por isso, dentistas reforçam a importância do hábito de higiene em todo o período de viagens ou mudança de rotina.  

Quando as bactérias da boca migram para outras áreas do organismo, por meio da corrente sanguínea, é possível que haja novas infecções e a piora de outras doenças preexistentes. Desta forma, a coordenadora do curso de Odontologia da Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, Carolina Tavares, reforça que o compromisso com a saúde da boca não deve ser negligenciado, a fim de que problemas ainda mais graves não surjam. “Fugir da rotina habitual ou ficar fora de casa por semanas não pode ser pretexto para a falta de escovação, por exemplo. Nas férias, os horários mudam, talvez refeições sejam puladas, mas a escovação precisa continuar três vezes ao dia, após as refeições. Parece simples, mas isso pode evitar que o paciente desenvolva infecções, cáries ou até doenças bem mais graves, como a endocardite bacteriana e o câncer bucal”, reforçou Carolina.  

Para quem vai sair em viagem, a dentista lembra que os viajantes precisam separar espaço na bagagem para produtos de higiene bucal. Tavares também enfatiza que a alimentação pode interferir na saúde da boca, enfraquecendo o esmalte dental ou prejudicando a mucosa oral. "Uma necessaire com uma escova de dente, fio dental, um enxaguante e creme dental já são suficientes para um sorrisão livre de problemas. Separe sempre um momento pra realizar esse ritual de saúde. Sobre as refeições, evite choques térmicos, pois isso prejudica o esmalte dos dentes. Quando falamos em álcool, sempre com moderação. Essa substância reduz a produção de saliva e, consequentemente, temos grandes chances de aparecer o mau hálito. E, sem medo, saiba que a saúde começa na boca”, finaliza Carolina Tavares.  

Colaborando com o bem-estar social, a UNINASSAU Redenção oferece atendimento odontológico para a comunidade na Clínica-Escola de Saúde Integrada, que está localizada na Rua Dr. Otto Tito, nº 1771, Redenção. Os interessados podem agendar uma avaliação a partir de fevereiro por meio do número (86) 3194-1819.

Deixe seu comentário