Paralisação do transporte público: Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários aponta que novas paralisações devem acontecer durante a semana.
21 de Outubro de 2021 às 07:41 - Atualizada em 16h22

Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.
Leandro Milú/ Portal Verdes Campos Sat Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação. Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação.

ATUALIZADA ÀS 12H01

Motoristas e cobradores do transporte coletivo da capital se manifestaram e realizaram uma paralisação na manhã desta quinta-feira (21), por volta das 8h, cobrando a assinatura da convenção coletiva de trabalho da categoria. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (SINTETRO) reivindica convenção que garante direitos como ticket de alimentação, salário, plano de saúde e controle de carga horária. 

“Esperamos que assinem nossa convenção coletiva. A gente está praticamente por dois anos sem essa convenção. Hoje tem trabalhadores que os empresários estão botando pra trabalhar quatro da manhã e terminando dez da noite, não tem esse controle. Daqui pra frente vamos sempre fazer esses movimentos até que se resolva esse problema.” diz o Secretário de Finanças do SINTETRO Paulo Rusemberg.

Foto: Foto: Leandro MilúParalisação do transporte público: Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação
Paralisação do transporte público: Motoristas e cobradores de ônibus de Teresina realizam manifestação

Os trabalhadores estão de braços cruzados em diversas avenidas e ruas de Teresina. Muitos ônibus estão parados nas ruas e os passageiros estão indo a pé para seus destinos. Francisco Carlos Oliveira possui deficiência física e aponta falta de respeito.

“Já virou brincadeira, esse pessoal não resolve, não pagam aos ‘caras’ que querem trabalhar. Aí os usuários não podem nem andar [de ônibus] porque param e temos que ir a pé, é uma falta de respeito, ainda mais pra mim que sou deficiente. Como que fazem um negócio desses? Estou caminhando desde a Frei Serafim até a Praça João Luís para esperar outro ônibus.  Espero que ele [prefeito] determine esse negócio e programe pra pagar porque está demais.”comenta. 

A paralisação, inicialmente, estava marcada para a última segunda-feira, porém foi adiada após a Procuradoria Geral do Município estabelecer um prazo para que as empresas se manifestassem sobre as demandas apresentadas pelos trabalhadores. Sem respostas até o momento, o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintetro) decidiu fazer a nova paralisação. Ainda de acordo com Sindicato, caso as negociações não avancem, uma nova greve pode ser iniciada.

 “Enquanto não assinarem nossa convenção, muitos movimentos vão acontecer durante a semana. O que eu queria era que o ministério público e da justiça pudessem interver e resolver o problema da categoria, pois a cidade está parada e os trabalhadores precisam se deslocar.” aponta o Secretário de Finanças do Sintetro Paulo Rusemberg.

O gerente de planejamento da Strans, Felipe leal, comenta que a empresa já havia se preparado para a paralisação nesta quinta-feira (21).

“Hoje pela manhã, a gente foi surpreendido com esta paralização dos motoristas e cobradores do transporte público em Teresina. Contudo a Strans e a prefeitura se planejaram, e, para a população não desassistida, foi colocado carros cadastrados para circular nas devidas zonas de Teresina. Gradativamente a operação do sistema está voltando a regularidade, os motoristas e cobradores fizeram um ato nas praças e nas principais vias de Teresina. Contudo a população pode ficar tranquila que, de forma gradual, o sistema está voltando a normalidade”. pontua.

De acordo com o SETUT, as empresas cumpriram o prazo de 72h e efetivaram o pagamento da folha dos trabalhadores. (Confira a nota na íntegra).

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) informa que referente às questões trabalhistas com os motoristas e cobradores de ônibus de Teresina, as empresas já cumpriram o o pagamento da folha da categoria dentro do prazo de 72 horas. A frota da ordem de serviço acordada com o ente municipal tem sido cumprida e foi toda colocada à disposição dos passageiros do transporte coletivo de Teresina.

A entidade reforça que não compactua e nem tem participação na paralisação dos trabalhadores. Para o Setut o Sindicato dos trabalhadores tem utilizado a não assinatura da Convenção Coletiva como pretexto e motivação para a promoção de paralisações. Importante ressaltar que a data base de assinatura de uma eventual convenção coletiva está prevista somente para janeiro de 2022.

O Setut tem cumprido o seu papel com a sociedade e reforçado a prestação de serviços com qualidade, eficiência e agilidade no atendimento aos passageiros da cidade.

Flash: Luís Fernando Amaranes 

Redação: Fernanda Sales

Deixe seu comentário