Marden Menezes critica reajuste de 8,82% para os servidores públicos do Piauí

“Quando chega às vésperas das eleições, o governo resolve dá um aumento”, disse o deputado.
8 de Dezembro de 2021 às 09:29 - Atualizada em 10h38

Foto: Reprodução/ ALEPI Deputado estadual Marden Menezes, do PSDB.
Deputado estadual Marden Menezes, do PSDB.

A proposta do projeto de lei que visa o reajuste de 8,82% para os servidores públicos do estado, chegou à Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) para a aprovação dos deputados estaduais. Entretanto, alguns parlamentares de oposição e do governo já manifestam suas impressões sobre a proposta.

Em entrevista ao Jornal Brasil Notícia, da Rede de Rádio Verdes Campos Sat, o deputado estadual Marden Menezes, do PSDB, disse que já ouviu algumas categorias de servidores que manifestaram insatisfação com o índice porque não repõe as perdas salariais nos últimos três anos.

“Ouvindo as categorias, algumas delas inclusive já nos procuraram, a sua maioria está insatisfeita, porque esse percentual de aumento não repõem as perdas que essas categorias tiveram com essa inflação. Se nós olharmos como base na educação, onde o reajuste do piso salarial para os professores foi de 12,81% e o governo deu apenas 4%, esses 8% não repõem se quer o que já foi retirado e que não foi respeitado por parte do governo em relação ao reajuste do piso. Ano após ano, o governo sem dá aumento, aumento da inflação e negando alguns direitos para as categorias, o governo criou uma bola de neve de não cumprimento de expectativas para as categorias”, disse o deputado.

O deputado Marden Menezes disse ainda que, o governo dá esse reajuste nas vésperas das eleições de 2022 e disse ainda que reivindicará juntamente com as categorias.  

“O governo passa três à quatro anos massacrando as categorias, dá aumento, não respeita piso, não concede os direitos, não faz se quer as promoções dentro dos planos de cargos do salário. Quando chega às vésperas das eleições, o governo resolve dá um aumento, cujo o percentual se quer cobre essa conta que o governo quer adquirir com os servidores. Eu não falo por mim, mas pelos servidores. Pelo que eu tenho escutado pelas categorias é que não atende e não satisfaz esse aumento. Nós vamos ouvir as categorias, a matéria irá tramitar aqui na casa e ninguém será contra o aumento, mas a nossa missão é reivindicar a máxima melhora possível e esclarecer a sociedade esse jogo que o governo está fazendo”, finalizou.

Entenda o caso

O governador Wellington Dias (PT), anunciou na última segunda-feira (06), durante uma reunião, que enviará o projeto de lei de reajuste linear de 8,82% para os servidores públicos do estado. Ele garantiu que vai dialogar com as categorias para evitar um atrito durante as votações. 

Redação – Luis Fernando Amaranes

Flash e Colaboração – Paulo Fontenele

Deixe seu comentário