Gessivaldo Isaías cobra solução da crise dos transportes coletivos

Na ocasião, o parlamentar relatou que foi informado, por meio das redes sociais, acerca de uma paralisação na circulação dos ônibus no final da manhã de hoje.
5 de Outubro de 2021 às 16:20

Foto: Reprodução/ Ascom Gessivaldo Isaías cobra solução da crise dos transportes coletivos.
Gessivaldo Isaías cobra solução da crise dos transportes coletivos.

O deputado estadual Gessivaldo Isaías (Republicanos) discursou, nesta terça-feira (5), no plenário da Assembleia Legislativa do Estado (Alepi) sobre os problemas que atingem o transporte coletivo de Teresina. 

Na ocasião, o parlamentar relatou que foi informado, por meio das redes sociais, acerca de uma paralisação na circulação dos ônibus no final da manhã de hoje. “Soube pelo Whatsapp que os ônibus circularam normalmente e, por volta das 11h, paralisaram. Precisamos de ações enérgicas para resolver essa situação. Colhemos 27 assinaturas para criar a Frente Parlamentar do Transporte Coletivo”, disse.

Gessivaldo Isaías reforçou que a falta de ônibus compromete a realização de atividades básicas por parte dos teresinenses. “A população chora e clama porque não consegue trabalhar. Hoje a população que foi ao Centro não conseguirá voltar para casa, a não ser que tenha o dinheiro para o Uber”, afirmou o parlamentar.

A prisão de um chefe do crime organizado pela Polícia Militar do Piauí (PM-PI) foi destacada pelo deputado Coronel Carlos Augusto (PL), durante a sessão. O líder criminoso foi preso na cidade de Chapadinha, no Distrito Federal, mas tinha atuação em Corrente, no sul do Piauí. O parlamentar também parabenizou a PM-PI pelos resultados em apreensões de armas e pelos rápidos resultados conseguidos na redução de crimes no litoral com a instalação de um Batalhão Especial.

Comissão de Constituição e Justiça -  O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alepi, deputado Nerinho (PTB), reforçou, durante a sessão plenária, a importância da participação dos parlamentares nas reuniões da comissão técnica. “Hoje, mais uma vez, estava prevista a realização de reunião da CCJ e não apareceu nenhum deputado membro da comissão. Temos que dar respostas para a sociedade e não deixar os projetos acumularem”, afirmou.

Sobre o assunto, o presidente da Alepi esclareceu que os deputados que integram as comissões podem ser substituídos, quando houver necessidade. “Explicarei para que a população entenda: há várias comissões na Casa. Se um deputado, por alguma razão, não puder participar da reunião, o líder de cada partido pode substituir o membro das comissões. É importante que os líderes partidários se reúnam para tratar desse assunto, pois a responsabilidade é do presidente da comissão e também deles”, relatou.

A deputada Teresa Britto (PV) pontuou que as reuniões da CCJ são importantes e que possui relevante atuação na comissão, enquanto membro e enquanto relatora. “É pertinente a cobrança do presidente, mas ressalto o trabalho de todos os parlamentares que integram a CCJ”, finalizou. 

Deixe seu comentário