Tá sabendo? Nem te conto!

Chega às farmácias do Brasil autoteste inovador para diagnóstico do HIV


Foto: InternetChega às farmácias do Brasil autoteste inovador para diagnóstico do HIV
Chega às farmácias do Brasil autoteste inovador para diagnóstico do HIV

O vírus do HIV, por muitas décadas, foi tachado como algo relacionado diretamente à homossexualidade, um dos tabus que cercam o assunto mundo afora e que atrapalha a informação proficiente acerca do tema. Além de tudo, a fragilidade ocasionada após o diagnóstico pode desencadear doenças como a depressão, que afeta em torno de 5,8% dos brasileiros, alerta estudos.

Amanhã 1º de dezembro, Dia Mundial de Luta Contra a Aids, o Brasil celebra a evolução na autotestagem para HIV com a chegada do autoteste Sure Check® HIV, da Chembio Diagnostics Brazil, a grande parte do território nacional.

Destinado ao uso do público em geral, o autoteste detecta de forma simples, rápida e segura os anticorpos contra HIV-1/2 por punção digital. Com sensibilidade e efetividade de 99,9%, o Sure Check® HIV já é comercializado mundialmente e está presente em ações estratégicas de combate ao HIV junto ao GLOBAL FUND. Aprovado pela Anvisa e com marcação CE, o produto também é pré-qualificado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

O teste funciona com a coleta de uma pequena amostra de sangue – 2,5uL (microlitros) – o teste com o menor volume de amostra no mundo. Outra inovação do Sure Check® HIV é que o sangue é colhido diretamente no dispositivo, o que torna o produto muito mais simples para o usuário e menos propenso a erros. O resultado aparece na forma de linhas que indicam se há ou não presença de anticorpos para o vírus HIV. A presença dos anticorpos mostra que a pessoa foi exposta ao vírus causador da Aids.

É importante lembrar que a infecção pelo HIV só pode ser confirmada 30 dias depois da exposição ao vírus – seja ela por relação sexual desprotegida, transfusão de sangue contaminado, compartilhamento de seringas contaminadas ou demais formas de transmissão do HIV.

Deixe seu comentário